Por que construir custa tão caro?

Por Luiza Melillo

Na conquista da casa própria, buscamos pelos melhores preços e produtos mediante a realidade financeira em que nos encontramos. Porém, sempre ficamos em dúvida de qual é o valor total da nova construção.

Para entender o quanto investir em cada etapa da construção, é preciso buscar ajuda de um profissional para orientar na hora das escolhas, desde a estrutura até o acabamento final. Para tanto, você pode socorrer aos arquitetos, engenheiros e orçamentistas. Eles saberão otimizar e sugerir opções para sua construção.

O Sindicato da Indústria da Construção Civil (SINDUSCON) disponibiliza mensalmente uma tabela contendo as variações nos preços do metro de acordo com a região do país, chamado de Custo Unitário Básico de Construção (CUB). Para o estado de Minas Gerais, o preço médio do metro quadrado é de R$ 1.156,33. Porém, tal valor pode ser alterado para mais ou para menos, levando em conta o tipo da construção, seja residencial padrão unifamiliar a multifamiliar de alto luxo, por exemplo. Para ter uma noção, uma residência de 100m² pode variar de R$79.208,60 a R$152.057,39, dependo do custo dos materiais, mão de obra encontrada, equipamentos e despesas administrativas encontradas.

As etapas que demandam maior gasto financeiro são as de revestimento (15% a 32%) e estrutura (14% a 22%). As instalações hidráulicas e os custos com projeto e aprovações também são fatores que chamam a nossa atenção na hora de construir. É preciso atentar também que são etapas importantes e exigem um trabalho minucioso com a ajuda de bons profissionais para evitar grandes desperdícios.

Na tabela a seguir, é possível ter uma noção do percentual gasto em cada etapa para construções de alvenaria com estrutura em concreto. Usando como exemplo a casa de 100m², podemos analisar melhor como são distribuídos esses valores.

No caso dos serviços preliminares são avaliados os valores para terraplanagem, sondagem, trabalhos topográficos, barracão de obra. E nos Serviços complementares são avaliados os serviços ao fim da obra, como paisagismo, limpeza da obra, pavimentação externa, dentre outros.

Enfim, em se tratando de construção nada melhor do que reforçar que é necessário sempre ter o planejamento em mãos, pesquisas de orçamentos e saber negociar por bons produtos e profissionais, já que às vezes o barato pode sair mais caro no futuro.

Link Sou Notícia: http://sounoticia.com.br/por-que-construir-custa-tao-caro/